O bêbado entra na igreja, agarra o sacristão pelo braço e grita:
- Me vê uma pinga!
- Aqui não vendemos pinga, senhor!
- Então, me dá um conhaque!
- Também não temos conhaque!
- Como não tem? Que raio de bar é esse?
- Isso aqui não é um bar, é uma igreja!
- Ah... Então me dá um São Raphael!