Um lenhador português foi um dia à cidade e viu na vitrina de uma loja uma moto-serra. Curioso, decidiu entrar e perante as vantagens que o empregado atribuiu à máquina, decidiu comprar.
Após uma semana cortando árvores com a nova moto-serra o português decide voltar a loja para reclamar:
- Antigamente com o machado, eu cortava trinta árvores por dia e agora, com esta porcaria, não consigo cortar mais de cinco.
Admirado, o empregado pega na máquina para ver se tinha alguma avaria. Ao ligá-la, ouve-se o característico Vrrruuuuummmmmmm.
Ao que o português, assustado, dá um salto para trás e pergunta:
- Epa! Que barulho é esse?

Um empresário precisava contratar um novo gerente. Colocou um anúncio no jornal e sua secretária, na semana seguinte, lhe trouxe uma pilha com mais de 100 curriculuns.
- Dr. Pestana, aqui estão os curriculuns que o sr. me pediu para analisar previamente, mas estes 20, são os que estão mais qualificados para o cargo.
Ele rapidamente pegou a pilha de curriculuns inteira, tirou 5 curriculuns à esmo e disse:
- Chame estes 5 para entrevista.
- Mas Dr. Pestana, o sr. nem olhou os outros curriculuns. Alguns são ótimos!
- Dona Severina, faça o que eu estou mandando. Para trabalhar na minha empresa o cara precisa no mínimo ter sorte.