A pena de morte foi aprovada no Brasil e dois homens condenados à cadeira elétrica foram levados no mesmo dia à sala de execução. O padre lhes deu a extrema unção, o carcereiro fez o discurso formal, e uma prece final foi rezada pelos participantes.
O carrasco, voltando-se ao primeiro homem, perguntou:
- Filho, você tem um último pedido?
- Tenho. Como eu adoro pagode, gostaria de ouvir o CD dos Travessos, Negritude Jr, Karametade, Katinguelê, Os Morenos e o do Belo pela última vez antes de morrer, e se for possível o CD do É o Tchan e Ki-Loucura.
O carrasco virou para o segundo condenado e perguntou:
- E você, qual seu último pedido?
- Posso morrer primeiro???

No quarto de um asilo dormiam mais de 20 velhinhos e havia uma escarradeira, no centro do quarto, que eles usavam para cuspir.
Como ninguém nunca havia lavado a escarradeira, ela estava quase lotada e o seu conteúdo estava até verde.
Até que um belo dia, a escarradeira amanheceu limpinha, parecia nova.
Surpresos e ao mesmo tempo felizes, os velhinhos quiseram descobrir quem tinha feito a boa ação.
Foram perguntando de um em um até que perguntaram para um senhor todo curvado, magrinho, tímido que respondeu:
- Fui eu! É que ontem à noite quando eu fui cuspir, ficou um fiozinho enroscado no canto da minha boca e aí eu fui chupando, chupando...